O Mestrado em Engenharia do Ambiente prepara a próxima geração de profissionais para liderar o caminho para um futuro sustentável, integrando aspetos ecológicos, sociais, tecnológicos e económicos.

O curso adota uma abordagem sistémica e promove a inovação como um processo de valorização sócio-económica.

Neste Mestrado, os estudantes adquirem competências transversais em monitorização, modelação e tecnologias limpas. Podem optar pelo perfil de Engenharia de Sistemas Ambientais (mais vocacionado para a gestão ambiental das organizações, ecodesign, gestão de recursos naturais, serviços de ecossistemas), ou pelo perfil de Engenharia Sanitária (Projetos e tecnologias aplicadas aos sistemas urbanos de abastecimento de água e de drenagem e tratamento de águas residuais, de gestão e tratamento de resíduos, de efluentes e resíduos industriais).

Os engenheiros do ambiente da NOVA são um elemento diferenciador em qualquer organização. Possuem capacidade e competências para a criação de valor para o mercado e para a sociedade, bem como um leque alargado de competências para a resolução eficiente de problemas complexos e multidisciplinares.

Ligação às empresas

A ligação às empresas e outras organizações é um aspeto presente nos 2 anos do curso. Os estudantes têm oportunidade de desenvolver trabalhos, na disciplina de Projeto e na dissertação, em ambiente empresarial, como é prática corrente, sendo exemplo: Sumol-Compal, Epal, Amarsul, Águas de Portugal, Algar, Instituto Hidrográfico, Marinha, Simarsul, Marinha, Força Aérea, Aquaservice, Jerónimo Martins, Human Mobility Solutions, Lasting Values, Azorean – Aquatic Technologies, S.A, Matos, Fonseca & Associados, Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, Agência Portuguesa do Ambiente, Direção Geral da Energia e Geologia.

Mobilidade internacional

A mobilidade internacional é uma mais valia que pode usufruir para ganhar uma experiência internacional. Pode escolher entre 31 universidades de 17 países Europeus no âmbito de Programas Erasmus.

Porquê escolher o Mestrado em Engenharia do Ambiente da NOVA?

PRESTÍGIO

Um curso com 40 anos de prestígio demonstrado na opinião de muitos empregadores, sejam empresas ou organizações diversas como instituições públicas, municípios, organismos regionais.

RELEVÂNCIA

Uma profissão no topo do mercado de trabalho. De acordo com análise da PWC, os empregos verdes são um dos quatro vetores de trabalho determinantes até 2030. Também o World Economic Forum (2020) conclui que “Companies need to invest in better metrics of human and social capital through adoption of environmental, social and governance (ESG) metrics and matched with renewed measures of human capital accounting.

TRANSVERSABILIDADE

É um curso de banda larga, com uma forte componente experimental e de inovação, que responde a um vasto leque de profissões, em domínios muito distintos. Encontramos engenheiros do ambiente da NOVA em praticamente todas as empresas industriais do País, em empresas de consultoria, de fornecimentos de serviços (água, energia, saneamento), empresas da área da saúde e muitas instituições e organismos públicos, e entidades de certificação. Encontramos também muitos engenheiros do Ambiente da NOVA que construíram a sua própria empresa com atuação em diversas áreas.

EMPREGABILIDADE

Há uma elevada empregabilidade em Portugal como o revelam as estatísticas da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) que apontam um nível de empregabilidade de 98%. Inquérito realizado aos diplomados de Engenharia do Ambiente da NOVA mostra que que cerca de 11% dos estudantes começa a trabalhar antes de terminar o curso, 77% encontra trabalho em menos de 6 meses e 92% ao fim de 1 ano.

INTERNACIONALIZAÇÃO

Se ambiciona uma carreira internacional, a rede de engenheiros do Ambiente da NOVA no mercado internacional mostra o sucesso destes profissionais, que ocupam lugares de destaque em organizações globais como a Google, a Amazon, o IKEA, a Sandoz International at Novartis, a Agência Europeia do Ambiente, a Comissão Europeia, entre muitas outras.

saidas-mea

PRÉMIO DE EXCELÊNCIA ARMANDO LENCASTRE

O Prémio Armando Lencastre no valor de 500 euros é atribuído anualmente ao estudante que conclui o Mestrado em Engenharia do Ambiente com a melhor classificação. O prémio é atribuído desde 1996, por iniciativa do Professor Armando Lencastre que foi Professor entre 1977 e 1994, das disciplinas de Hidráulica e de Hidrologia.

PLANO CURRICULAR

PERFIL ENGENHARIA DE SISTEMAS AMBIENTAIS

  • 1.º ANO
  • 2.º ANO

1.º semestre

  • Gestão do Ambiente
  • Prevenção e Valorização de Resíduos
  • Sistemas de Águas de Abastecimento e de Águas Residuais
  • Energia e Alterações Climáticas
  • Planeamento e Gestão dos Recursos Hídricos
  • Resíduos Industriais
  • Empreendedorismo

2.º semestre

  • Sustentabilidade das Organizações

  • Unidade Curricular do Bloco Livre B

  • Avaliação de Risco Ambiental

  • Gestão Sustentável do Solo e Tecnologias de Remediação

  • Inovação e Sustentabilidade

  • Gestão Sustentável de Zonas Costeiras

  • Adaptação e Gestão do Risco às Alterações Climáticas

  • Políticas e Estratégias de Desenvolvimento Sustentável

1.º semestre

  • Avaliação de Sustentabilidade de Políticas, Planos e Projetos

  • Projeto em Engenharia do Ambiente

  • Monitorização Ambiental e Processamento de Dados

  • Economia Ecológica

  • Restauro de Ecossistemas e Requalificação Territorial

  • Técnicas Laboratoriais Avançadas em Ambiente

  • Mobilidade e Transportes Sustentáveis

  • Processos Colaborativos em Ambiente

  • Sistemas Urbanos Sustentáveis

2.º semestre

  • Dissertação em Engenharia do Ambiente

PERFIL ENGENHARIA SANITÁRIA

  • 1.º ANO
  • 2.º ANO

1.º semestre

  • Gestão do Ambiente
  • Prevenção e Valorização de Resíduos
  • Sistemas de Águas de Abastecimento e de Águas Residuais
  • Energia e Alterações Climáticas
  • Planeamento e Gestão dos Recursos Hídricos
  • Resíduos Industriais
  • Empreendedorismo

2.º semestre

  • Sistemas de Tratamento de Resíduos
  • Hidráulica Urbana
  • Laboratório Experimental de Tratamento de Águas
  • Engenharia de Tratamento de Águas Residuais
  • Engenharia de Tratamento de Água para Abastecimento
  • Soluções Inovadoras em Água e Águas Residuais

1.º semestre

  • Avaliação de Sustentabilidade de Políticas, Planos e Projetos

  • Efluentes Industriais

  • Equipamentos Electromecânicos e Automação

  • Unidade Curricular do Bloco Livre B

  • Projeto de Estações de Tratamento de Resíduos Sólidos

  • Projeto de ETA e ETAR

  • Projeto de Hidráulica Urbana

2.º semestre

  • Dissertação em Engenharia do Ambiente

REQUISITOS DE ADMISSÃO

Serão aceites candidaturas de

  1. Titulares do grau de licenciado, ou equivalente legal, em licenciaturas das áreas de Engenharia, em particular de engenharia do ambiente ou em áreas afins;
  2. Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado, numa daquelas áreas, de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;
  3. Titulares de um grau académico superior estrangeiro, numa daquelas áreas, que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA;
  4. Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA sob proposta da Comissão Científica do ciclo de estudos.

PROPINAS

Estudantes nacionais

1250 euros/ano

Estudantes internacionais

7000 euros/ano

CALENDÁRIO DE CANDIDATURAS

1.ª FASE

17 a 28 de fevereiro de 2021

2.ª FASE

18 de junho a 22 de julho de 2021
Comunicação dos resultados: até 27 de julho de 2021

3.ª FASE

30 de agosto a 5 de setembro de 2021
Comunicação dos resultados: até 8 de setembro de 2021

COORDENAÇÃO

joanaz-melo

JOÃO JOANAZ DE MELO